Disfunção Erétil

1
O que é
2
Sintomas
3
Causas
4
Fatores de Risco
5
Tratamento

A disfunção erétil pode ser solucionada.

Um problema íntimo que afeta milhões de homens em todo o mundo, tanto dentro quanto fora do lar.

O que é?

A disfunção erétil, ou impotência, é a incapacidade de obter uma ereção ou mantê-la firme o suficiente para ter uma relação sexual.

Sintomas

Problemas persistentes para conseguir uma ereção

Problemas persistentes para manter uma ereção

Diminuição persistente no desejo sexual

Se sentir algum destes sintomas,
entre em contato com o seu médico assim que possível.

Causas

A excitação sexual masculina é um processo complexo que envolve o cérebro, hormônios, emoções, nervos, músculos e vasos sanguíneos. A disfunção erétil pode ser o resultado de um problema com um desses fatores. Da mesma forma, o estresse e as preocupações com a saúde mental podem levar à disfunção erétil ou piorá-la.

Fatores de risco

Vários fatores de risco podem contribuir para a disfunção erétil; por exemplo:


  • Doenças, especialmente diabetes ou doenças cardíacas
  • O consumo de tabaco, que limita o fluxo sanguíneo para as veias e artérias, pode levar a doenças crônicas que levam à disfunção erétil.
  • Estar acima do peso
  • Certos tratamentos médicos, como cirurgia de próstata ou radioterapia para câncer
  • Lesões, especialmente se danificarem os nervos ou artérias que controlam as ereções
  • Medicamentos, como antidepressivos, anti-histamínicos e medicamentos para tratar pressão alta, dor ou doenças da próstata
  • Transtornos psicológicos, como estresse, ansiedade ou depressão
  • Uso de álcool e drogas

Tratamentos

Dependendo da causa e da gravidade da disfunção erétil e das condições de saúde pré-existentes, você pode ter várias opções de tratamento. O seu médico pode explicar os riscos e benefícios de cada tratamento e levará em consideração as suas preferências. As preferências de sua/seu parceira(o) também podem influenciar seu tratamento.

Medicamentos orais
  • Sildenafila
  • Tadalafila
  • Vardenafila
  • Avanafila

Dispositivo de ereção a vácuo: este é um tubo oco com uma bomba manual ou operada por bateria. O tubo é colocado sobre o pênis e, em seguida, a bomba é utilizada para aspirar o ar de dentro para fora do tubo. Isso cria um vácuo que leva o sangue ao pênis. Depois de ter uma ereção, um anel de tensão é colocado ao redor da base do pênis para reter o sangue e mantê-lo firme. O dispositivo a vácuo é então removido. A ereção geralmente dura o suficiente para que um casal tenha relações sexuais.

Implantes penianos: este tratamento consiste na colocação cirúrgica de dispositivos em ambos os lados do pênis. Esses implantes consistem em dois cilindros infláveis ou maleáveis. Os dispositivos infláveis permitem controlar o tempo e a duração de uma ereção. As barras maleáveis mantêm o pênis firme, mas flexível. Os implantes apresentam um alto grau de satisfação entre os homens que tentaram terapias mais moderadas e falharam. Como qualquer cirurgia, apresenta risco de complicações, como infecções.

Para entender a extensão da situação, assista a gravação da LIVE: “#NovembroAzul - Saúde Masculina” e tire todas as suas dúvidas.

Assine nossa newsletter