5 mitos e tabus sobre o diagnóstico e tratamento do câncer colorretal

Cânceres e Tumores

Colonoscopia é essencial para prevenir o desenvolvimento de doenças do intestino, cólon e reto

Uma estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) aponta que, em 2030, apenas as despesas do Sistema Único de Saúde (SUS) com pacientes diagnosticados com câncer de intestino, que desenvolveram a doença devido à exposição a fatores de risco evitáveis, vai ser 88% maior do que o valor gasto em 2018, chegando a R$ 1 bilhão.

Terceiro tipo mais incidente na população brasileira, o câncer colorretal responde por mais de 40 mil novos casos diagnosticados por ano. Quando o diagnóstico é feito por sintomas clínicos, 30% dos pacientes já apresentam a doença disseminada, diminuindo sensivelmente a chance de cura. Em casos de diagnóstico precoce, por exames de imagem, o índice de cura sobe para 90%. 

Prevenir o desenvolvimento da doença ainda é a melhor forma de tratamento. A colonoscopia é o exame indicado para detecção de anomalias que podem levar à doença. No procedimento, o médico observa o cólon e o reto com um colonoscópio, um tubo fino e flexível com uma pequena câmera de vídeo na extremidade. Por meio do instrumento, o médico pode realizar a biópsia, em que uma pequena amostra de tecido é coletada e, se necessário, remover quaisquer áreas de aparência suspeita, como pólipos.

Para o médico proctologista Lix Reis de Oliveira, o câncer colorretal e o exame para diagnóstico da doença são cercados de mitos e tabus. “Há quem pense que uma hemorroida pode virar câncer. E não é isso, na verdade a pessoa já tinha câncer e achava que era uma hemorroida. A mesma coisa em relação ao divertículo (pequenas  bolsas que se formam na parede do cólon). Algumas pessoas acham que pode se tornar um câncer, mas são doenças diferentes”. 

Oliveira pontua os cinco mitos e tabus sobre o diagnóstico e tratamento do câncer colorretal: 

  • Tabus

Segundo o proctologista, alguns tabus assombram homens e mulheres em relação à colonoscopia. “As mulheres se preocupam com a higiene e têm muito medo que o intestino esteja sujo. Nos pacientes do sexo masculino, há muito tabu sobre a sexualidade e se o procedimento vai deixá-lo menos 'homem'." 

  • Medo do desconforto

Diferente do que o medo pode fazer parecer, a colonoscopia é um exame bastante seguro e feito com o paciente sedado. “O maior inconveniente vem antes do exame, com o preparo do intestino, que envolve muita ingestão de líquidos e laxante”, explica o médico. 

  • Tempo de exame

A colonoscopia é um exame rápido, que dura de 20 a 30 minutos.

  • Fuga do Diagnóstico

Além do medo da colonoscopia, a possibilidade de um diagnóstico de câncer  assusta  muita  gente. Porém, com hábitos que ajudem a prevenir a doença, diagnóstico precoce e tratamento adequado, as chances de cura do câncer colorretal aumentam consideravelmente. 

  • Desconhecer os  fatores de risco

Para prevenir o câncer colorretal, é necessário também estar atento aos fatores de risco. Merecem atenção especial as pessoas com mais de 50 anos, aqueles que são sedentários, têm antecedentes familiares, doenças inflamatórias do intestino e hábitos não saudáveis de alimentação.

19/05/2022 por Admin

Veja também:

Cânceres e Tumores
5 fatores que  dificultam o diagnóstico e tratamento do câncer colorretal

5 fatores que dificultam o diagnóstico e tratamento do câncer colorretal

Colonoscopia é essencial para prevenir o desenvolvimento de doenças do intestino, cólon...

Cânceres e Tumores
Novembro Azul : Conheça mais sobre a importância no calendário brasileiro

Novembro Azul : Conheça mais sobre a importância no calendário brasileiro

Novembro Azul: informação e exames preventivos são a melhor arma na defesa...

Cânceres e Tumores
Tudo sobre Hiperplasia Prostática Benigna e tipos de Tratamentos

Tudo sobre Hiperplasia Prostática Benigna e tipos de Tratamentos

O QUE É, SINTOMAS,CAUSAS E TRATAMENTOS A hiperplasia prostática benigna pode ser...

ÚLTIMOS ARTIGOS

Sistema Nervoso
4 passos para o diagnóstico e tratamento preciso da distonia

4 passos para o diagnóstico e tratamento preciso da distonia

O paciente precisa ser avaliado por especialistas para evitar que a condição...

Sistema Nervoso
5 passos para viver melhor com a doença de Parkinson

5 passos para viver melhor com a doença de Parkinson

A condição tem sintomas progressivos ao longo do tempo, mas o tratamento...

Histórias
Convivendo com o Parkinson: "eu precisei ter o corpo doente para ter a alma curada"

Convivendo com o Parkinson: "eu precisei ter o corpo doente para ter a alma curada"

Com a doença há 10 anos, Henrique Alexandre encontrou no trabalho voluntário...

Assine nossa newsletter